Sala Em Ordem

 Ela é um cômodo social e, portanto, o primeiro ambiente da casa visto por todas as suas visitas. Se a primeira impressão é mesmo a que fica, a sala deve estar sempre organizada. Com estas dicas espertas, o objetivo se torna mais fácil do que parece.

30-04 01

Livros não têm de ficar escondidos. Logo, a arquiteta Mariana Viegas criou a estante com portas de vidro para a sala de jantar. Alem de expor, a peça protege os exemplares

 30-04 02

Livros não têm de ficar escondidos. Logo, a arquiteta Mariana Viegas criou a estante com portas de vidro para a sala de jantar. Alem de expor, a peça protege os exemplares

 30-04 03

Na sala, o espaço embaixo das janelas recebeu um armário até a altura do parapeito. Projetado pelo arquiteto Paulo Alves, o móvel possui quatro módulos, com uma porta de correr em cada um. Assim, a dona da casa pode esconder ou mostrar o que for conveniente

 30-04 04

Na mesa de centro, os livros podem ser organizados em blocos, respeitando o volume das demais peças. Em vez de tumultuar o móvel com objetos, é melhor usá-los sobre os livros

 30-04 05

A distribuição das peças nas prateleiras de uma estante deve ser equilibrada, ou seja, o volume deve ser parecido em cada uma delas. Não há regra sobre qual espaço sobrar entre a pilha de livros e a prateleira de cima. Tudo vai depender da medida dos livros, se eles podem ocupar ou não todo o vão

 30-04 06

Em um apartamento com duas crianças, como deixar os brinquedos sempre à mão e, ainda assim, manter a sala arrumada? Para resolver esse dilema, o arquiteto Conrado Heck criou um móvel multiuso: o tatame de madeira serve de apoio para o futon com almofadas. Embaixo, dois gavetões armazenam os brinquedos

 30-04 07

Entre o living e a sala de jantar, os arquitetos Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes aproveitaram o dente na parede para criar o móvel laqueado de branco que envolve a miniadega. A peça possui rebaixo em cima para acomodar a bandeja, com as bebidas e os copos, e gavetinhas acopladas na lateral

 30-04 08

De uma viagem ao Uruguai, o arquiteto João Armentano trouxe para sua casa de campo um cabideiro de ferro, de ganchos decorados com imagens de porquinhos. A peça, entre a sala de estar e a de jantar, ficou responsável por colocar em ordem alguns dos objetos de coleção do morador

 30-04 09

Para organizar melhor o cantinho do bar, as bebidas ficam em um armário. Sobre ele, a bandeja comporta as taças e as licoreiras

 30-04 10

Neste apartamento, o problema era o espaço. Os arquitetos da Coletivo Sociedade Anônima encontraram uma solução: retirar algumas das paredes e construir uma prateleira multifuncional. As placas de MDF envernizado contornam toda a parede da sala de estar até o limite de sua largura, sem invadir o corredor

 30-04 11

Para aproveitar o pé-direito alto, o escritório M. Lisboa Arquitetura e Interiores criou uma composição com prateleiras de diferentes comprimentos e larguras para abrigar quadros, luminárias e outros adornos. As peças dispensam o uso de uma estante e foram posicionadas em desalinho para não sobrecarregar o visual da sala

 30-04 12

Na entrada da casa, junto ao living, o banco se transformou numa arma contra a bagunça, graças ao assento que se abre. O móvel está longe de ser um armário para brinquedos, mas guarda os que ficam esquecidos por ali

 Fonte: Casa e Jardim

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s